Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Passos para criar um componente para o bloco de programação do tipo servidor 

Mais sobre

A criação do componente para o bloco de programação assume que já exista um projeto criado, como por exemplo um projeto Web. Para saber mais sobre a criação de projetos na plataforma CronApp acesse:

 

 Passo 1: Criar diretório 

 Criar um novo diretório que irá conter a classe java referente ao componente. Faz parte da boa prática de desenvolvimento criar diretórios ou arquivos referentes ao bloco de programação do tipo servidor no diretório Códigos Fonte Servidor.

Figura 1 - Criação do diretório


            Passo 2: Criar classe java

            O diretório criado deve receber um novo arquivo do tipo Java, Diretorio>Novo>Java (Figura 2). Após selecionada a opção a IDE irá exibir a tela de escolha do modelo do arquivo. Para o caso da criação de componentes, o modelo correto é o Nova Função para Bloco de Programação como pode ser visto na (Figura 3). O botão Avançar confirma a seleção do modelo e exibe a tela de definição das informações.

Figura 2 - Criação da classe java


Figura 3 - Escolha do modelo do arquivo



Passo 3: Definir informações do componente

O componente a ser criado pode ter as seguintes informações definidas: Nome da classe, Nome da função, Nome reduzido da função, Descrição da função e Categoria. 

                                                                                                                              

Figura 4 - Definindo informações sobre o componente

 

Passo 4: Alterar parâmetros do componente(função)

A geração do código base para o componente vem com alguns parâmetros padrões, como por exemplo: type, returnType e Var input. Esses valores não são fixos e podem ser alterados. Ver Figura 5.

Mais sobre

type- Tipo do parâmetro de entrada da função

description- Descrição do parâmetro de entrada da função

returnType- Tipo do parâmetro de saída da função 

Var input-  Variável do tipo Var de nome input - (O nome da variável pode ser alterado mas indica-se manter seu tipo como Var)

Exemplo de definição do tipo do parâmetro:

type = ObjectType.STRING


Figura 5 - Estrutura interna do componente


Figura 6 - Alguns dos tipos de parâmetro que podem ser utilizados


Figura 7 - Alguns dos métodos contidos em uma instância de um objeto do tipo Var 


               Passo 5: Adicionar código 

               Após a adequação dos parâmetros, o código referente a funcionalidade pode ser adicionado ao corpo da função. Nesse exemplo, o código que retorna o menor valor contido em uma lista é o seguinte:

Exemplo
		Optional<Var> opt = list.getObjectAsList().stream().min(Comparator.comparingLong(Var::getObjectAsLong));
		return opt.get();

 

Figura 8 - Código adicionado ao corpo da função referente a funcionalidade do componente


               Passo 6: Acessar a função 

               O último passo após a inserção do código no componente é a visualização desta função como disponível para utilização no bloco de programação. 


Figura 9 - Função sendo exibida em sua respectiva categoria no bloco de programação


 

               Passo 7: Exibição de informações 

               É possível visualizar as informações definidas durante o desenvolvimento da função passando-se o ponteiro do mouse sobre o componente (Figura 10).

  

 

Figura 10 - Exibição das informações da função



 

  • No labels