Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Introdução

A todo momento é utilizado filtros em dados, seja para fazer um select ou seja para fazer um group by. No relatório, a filtragem de um dado pode ser através do próprio relatório, do banco ou do bloco de programação.

Pré-condição

  • Ter uma fonte de dados adicionada no relatório

Filtro pelo relatório

FIltrar através do relatório é possível usar uma mesma fonte de dados em vários relatórios, isso pode ser uma vantagem para consultas que já são complexas nas fontes de dados.. Para adicionar um filtro, clique com o botão direito do mouse em cima da fonte de dados desejada e selecione editar (Figura 1.2), e, ao aparecer o popup, selecione configurar parâmetros para abrir a janela de filtros e parâmetros e configure o filtro (Figura 1.3). Por fim, clique ok tanto na janela quanto no popup e salve o relatório.

Dica:

Para saber mais sobre filtros e parâmetros, clique aqui.

Figura 1.1 - Relatório sem a filtragem


Figura 1.2 - Abrindo a janela Editar fonte de dados


Figura 1.3 - Adicionando nova regra de filtragem


Então, quando adicionar o componente visualizador de relatório no formulário e for em configurações, a regra de filtragem também aparecerá quando selecionar o relatório. Nesse caso, basta fazer uma ação ao rodar o projeto para que o filtro ocorra.

Figura 1.4 - Configuração do visualizador de relatório


Por exemplo, seria o caso de utilizar um campo de entrada de texto para fazer a filtragem (Figura 1.5).


Figura 1.5 - Relatório após a filtragem


Filtro pelo banco de dados

Para fazer uma filtragem utilizando o banco de dados é preciso criar uma nova fonte de dados, entrar no modo de seleção (Figura 2.1) e adicionar a nova regra nessa fonte de dados (Figura 2.2). Essa forma de filtragem é mais vantajosa por não trazer todos os dados para a aplicação, ou seja, fazendo a filtragem diretamente no banco de dados

Figura 2.1 - Filtragem através do banco


Figura 2.2 - Adicionando regra na fonte de dados

Agora, basta adicionar essa nova fonte de dados no dicionário do relatório que a filtragem ocorrerá.

Por exemplo, no caso abaixo, precisa ser informado a marca do carro para fazer a filtragem. Quando não tem um filtro informado (através do componente de entrada de texto), o relatório será mostrado em branco pois nenhum dado será enviado (Figura 2.3). Mas, após definir a marca, ele será mostrado no relatório (Figura 2.4).

Figura 2.3 - Relatório sem definir o filtro


Figura 2.4 - Relatório após definir o filtro

Filtro por bloco de programação

A filtragem por bloco de programação tem a mesma ideia que por banco de dados. Será preciso criar uma nova fonte de dados, mas, ao invés de escolher entidade, precisa ser escolhido bloco de programação (1) e fazer a criação do bloco (2).

Figura 3.1 - Definindo o campo de bloo de programação

Filtragem múltipla

Por fim, é possível fazer múltiplos filtros no relatório, podendo ser oriondo do próprio relatório, do banco e/ou do bloco de programação. Por exemplo, o filtro a seguir é múltiplo e utiliza o do banco (Figura 4.1), o filtro da marca do carro, e do relatório (Figura 4.2), o filtro do ano do carro.

Figura 4.1 - Filtro pelo banco de dados



Figura 4.2 - Filtro pelo relatório


Figura 4.3 - Relatório com os dois filtros

Nessa página

  • No labels