Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Obtém o nome do elemento

Obtém o nome de um elemento XML.

Parâmetros

NomeTipoDoc
Parâmetro 1ObjetoObjeto contendo o elemento XML

 

Retorno

Retorna uma string.

Compatibilidade

 Servidor

 Cliente

Exemplo 1

A função abaixo em destaque obtém o nome do elemento XML <Livro> no formato texto. 

Sobre XML

XML, do inglês eXtensible Markup Language, é uma linguagem de marcação recomendada pelo consórcio internacional responsável por desenvolver padrões para Web, para criação de documentos com dados organizados de forma hierárquica, tais como textos ou banco de dados. A linguagem XML é classificada como extensível porque permite definir os elementos de marcação, ou seja, não está limitada a um certo número de elementos, possibilitando a criação de novos quando necessário.

Uma linguagem de marcação é um agregado de códigos que podem ser aplicados a dados ou textos para serem lidos por computadores ou pessoas. Por exemplo, o HTML é uma linguagem de marcação para organizar e formatar um website, já o XML tem o mesmo conceito, mas para padronizar uma sequência de dados com o objetivo de organizar, separar o conteúdo e integrá-lo com outras linguagens.

Exemplo
<aviso>
	<para>Usuários CronApp</para>
	<de>Equipe CronApp</de>
	<cabecalho>Lembrem-se</cabecalho>
	<corpo>CronApp-IDE na nuvem, simples de usar e com custo de assinatura acessível</corpo>
</aviso> 

Algumas características principais de um documento XML:

  • Cada elemento inicial tem um elemento final, ou seja, as elementos são usados sempre em pares. Não é possível utilizar: <para> Usuários CronApp;
  • Todo documento XML possui um elemento pai. Os demais elementos devem estar aninhados dentro de um elemento pai, como por exemplo: <aviso>...</aviso>;
  • Os elementos usados em XML são case sensitive, isto é, deve-se escrever um elemento de fechamento da mesma maneira que um elemento de início. Assim <para> e </Para> irá ocasionar um erro no documento XML.

Mais sobre

 



 

 

 

 

  • No labels