Page tree
Skip to end of metadata
Go to start of metadata

Ao clicar no ícone Novo projeto (Figura 1), a janela de criação espera primeiro a seleção do tipo de projeto (Low-code ou High-code). e em seguida o nome e de onde serão obtidos os arquivos iniciais.


Figura 1 - Novo Projeto


  1. Low-Code: desenvolvimento de projetos com pouca codificação.

    • Apenas Web: seu projeto será configurado para o desenvolvimento de uma aplicação web com Back-End em Java;

    • Mobile e Web: seu projeto será configurado para o desenvolvimento de aplicações mobile e web, possuindo Back-End em Java.

      Dica:

      É possível criar um projeto sem a parte web, bastando somente desmarcar a opção incluir Front-End web na janela de configurações.

  2. High-Code: desenvolvimento convencional com codificação. É possível criar projetos nas plataformas NodeJs, Java, Python e C#.Net em Back-End e JavaScript e TypeScript para o Front-End;

  3. Nome do projeto: campo para definir o nome do seu projeto;

  4. Fontes iniciais:

    • O projeto está sob controle de versão?: se seu projeto já foi iniciado e está em um servidor GIT, por exemplo, marque esta opção e informe a URI na próxima tela;

    • Copiar modelo: essa opção cria um projeto com base em um modelo básico;

    • O projeto está em um arquivo ZIP?: permite importar projetos compactados. Após finalizar, outra tela será aberta para selecionar o arquivo.

Projeto Low-Code

Projetos Low-code tem o foco no desenvolvimento rápido de aplicações (RAD) e possui várias ferramentas projetada para facilitar o desenvolvimento com baixa programação. Nesse formato, a implementação do seu projeto se torna mais produtiva e fácil. Projetos nesse modelo utilizam arquitetura Java em seu Back-End e JavaScript no Front-End.

Ao selecionar uma opção Low-Code e clicar em Finalizar na janela de Novo projeto (Figura 1), outra janela será aberta para iniciar as configurações iniciais.

Modelo

Os modelos possuem uma série de tecnologias (JPA, AngularJS, Maven, Ionic, SpringBoot e outras) que vem integradas junto com sua aplicação. Atualmente temos disponíveis os modelos Mobile Low-code Project para projetos do tipo mobile ou mobile com web e Projeto Web Low-code para projetos somente web.



Figura 2 - Modelo para projeto do tipo web

Configuração

A próxima tela permite definir informações como o ID da aplicação e segurança.


Figura 3 - Informe de campos para a aplicação


  • ID da aplicação: identificação da aplicação.

  • Incluir Front-End:

    • Em projetos web são gerados arquivos relacionados ao Front-End da aplicação;

    • Nos projetos mobile e web, desmarque a opção Incluir Font-End web se desejar somente um projeto mobile.
  • Incluir Back-End: seu projeto terá um Back-End Java e poderá fornecer serviços REST para serem consumidos por seu Front-End ou outras aplicações.

  • Tipo de autenticação: define a forma de autenticação dos usuários com o sistema:

    • Nenhuma;

    • Sessão; autenticação via sessão no servidor da aplicação;

    • Token; gera autenticação via jwt completamente configurado;

    • Active Directory: clique aqui para mais detalhes;

    • LDAP: clique aqui para mais detalhes;

    • SSO (Oauth2): clique aqui para mais detalhes;

    • SAML: clique aqui para mais detalhes.

  • Posição do menu: define o posicionamento do menu da aplicação web:
    • Horizontal: (padrão) menu fica posicional horizontalmente na tela.
    • Vertical: menu fica posicionado verticalmente.
  • Login por redes sociais: se permitido, o usuário poderá logar na aplicação via redes sociais;
  • Autenticação mútua: se permitido, acrescenta um fator de segurança a mais para o projeto.

Tema

Na próxima etapa selecione um dos vários temas disponíveis. O tema padrão adotado pelo Cronapp é o Material e ele está em conforme com as normas de acessibilidade.


Figura 4 - Seleção do tema para a aplicação

Banco de dados

Aplicações Web possui mais uma tela, a de configuração do banco de dados. Essa configuração pode ser feita posteriormente.



Figura 5 - Seleção do banco de dados para a aplicação


  1. Utilizar banco de dados temporário em disco (H2): é um banco local que utiliza memória e armazenamento em disco, normalmente utilizado para a parte inicial do desenvolvimento do sistema, como teste. Os containers, onde são publicadas as aplicações no Cronapp, não possuem armazenamento em disco. Dessa forma, quando sua aplicação for publicada, você poderá até utilizar o banco H2 e tudo irá funcionar, inclusive a gravação e leitura de dados, porém, ao parar a aplicação o container será desligado e os dados perdidos.

  2. Criar ou utilizar banco de dados existente na nuvem Cronapp: Utiliza a infraestrutura de armazenamento do Serviço de Cloud do Cronapp. Possui confiabilidade, escalabilidade e segurança para o seu projeto.

    • Bancos de dados na nuvem: exibe os bancos de dados na nuvem do Cronapp associados a sua conta;

    • Novo banco de dados na nuvem: Cria banco de dados na nuvem do Cronapp:

      • +: Nome do banco de dados a ser criado e adicionado a sua conta.

  3. Utilizar outro banco de dados existente: É possível utilizar os bancos de dados Mysql, Oracle, SQLServer, Postgresql, H2, BD2, Derby criados fora da plataforma Cronapp.

    • Fabricante: o tipo de banco a ser utilizado;

    • Usuário

    • Senha;

    • Nome do banco: nome do banco de dados a ser utilizado;

    • Testar Conexão: testar a conexão para ver se todas as credenciais estão corretas.


Após clicar em Finalizar (Figura 5), o Cronapp irá gerar um projeto com base nas configurações feitas. Em seguida, perguntará se deseja habilitar o backup automático desse projeto.

Projeto High-Code

Projetos High-Code não possuem ferramentas que agilizam e facilitam o desenvolvimento, ficando a cargo do desenvolvedor gerar todo o conteúdo de Back-End e Front-End, instalação e configuração de bibliotecas externas.  

Além da estrutura de desenvolvimento na nuvem, o Cronapp disponibiliza alguns modelos de tecnologias para integrar ao seu projeto no momento da criação, gerando uma estrutura básica para iniciar o desenvolvimento. Os modelos variam com a linguagem selecionada. 

Plugin Cronapp

Uma das opções dos projetos High-code é o desenvolvimento de plugins para integração com projetos Low-code. Sendo possível gerar componentes de API para bloco de programação ou componente visual, permitindo a utilização em um ou mais projetos.

Como os projetos Low-code trabalham apenas com Java e JavaScript, os plugins deverão ser desenvolvidos nessas linguagens.

Nessa Página